quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Toda vez que me deito aqui sozinha, sei que há algo precioso me esperando...
Toda vez que me deito junto, tenho algo precioso em meus braços...

Milene Maureen

sábado, 27 de julho de 2013

Segundos

O maior erro que cometemos é sempre achar que teremos tempo...
Quanto tempo você acha que tem?
Pra ir atrás do que você quer, pra dizer oi para aquela pessoa que você vem ensaiando a semanas, pra perguntar o que não entendeu, pra dizer o que sente, pra seguir seu coração, pra dizer a quem ama, o quanto a ama, pra pedir perdão, pra se arrepender, e nunca mais se arrepender...
Você tem apenas um segundo, pra reagir melhor, pra não causar danos, pra não inventar dramas, e tragediar a vida toda, você tem um segundo pra perceber que o amor que você sente precisa sempre prevalecer nas situações, que você pode resolver quase tudo conversando... Você tem um segundo pra perceber que não é discutindo ou brigando que você vai solucionar alguma coisa... Você tem um segundo, pra pedir perdão antes que não dê mais tempo... você tem um segundo antes de julgar, pra se colocar no lugar de outrem, você tem um segundo, aquele um segundo que antecede o beijo, pra saber o que aquela pessoa te faz sentir... Você tem um segundo pra pensar melhor e decidir melhor...
Nosso erro é pensar que a gente tem tempo, pra ganhar, pra perder, pra gastar...
Quando a gente só tem um segundo, aquele segundo que sabemos que estamos aqui, porque depois não sabemos mais...
Quando percebi que não tinha tempo, eu parei de brigar tanto, me importar tanto, e de dar tanto valor as coisas ruins, quando percebi que não tinha tempo, foi quando percebi que poderia perder a coisa mais preciosa, brigando por uma que não valia à pena, e aí suas prioridades mudam...
Você raramente me verão brigando com alguém, pois acredito que posso resolver as coisas de outra maneira, mais calma, mais serena, onde eu não precise cuspir as verdades, pra outra pessoa se machucar, mas onde eu as possa cantar pra que assim sejam percebidas...
Posso ser uma bobona, mas ninguém vai poder dizer que eu perdi meus segundos preciosos de vida brigando com quem amo por pouca coisa, por bobagem...
Você ainda tem alguns segundos, antes de ser surpreendido, eu faria algo melhor com meus segundos do que procurar culpados, condenar desgraçados, magoar a si próprio ou ficar se penalizando... Eu desejo mais coragem, mais vontade aos seus segundos...
Eu tenho um segundo pra pegar tudo que me emanam e fazer algo melhor dessa energia do que devolver da mesma forma que ela chegou, se eu posso transformá-la, pra que ser um espelho?
Eu tenho um segundo pra continuar conquistando as pessoas que amo, pra pensar nelas, pra surpreende-las,   pra não me acomodar com a companhia, pra fazê-la desejar estar presente, pra fazer valer à pena, pra que não vire uma rotina, pra que dizer eu te amo, sempre seja algo que transborde de mim e não uma saudação pós conquista...
Eu tenho um segundo pra fazer o meu amor ter algum valor...
Eu tenho um segundo pra valorizar o amor de quem me ama...
Eu tenho um segundo pra entender que isso é o mais importante de tudo que terei na vida!
Eu não entendo porque as pessoas brigam tanto, se desentendem, porque elas desejam gritos e emoções fortes, enquanto podem pegar esses segundos e apertar a outra contra o peito, sabendo que esse pode ser os ultimos segundos do abraço...
Eu não quero perder meu tempo odiando, se eu posso passá-lo amando!
Esse mundo anda me deixando triste, onde todas as pessoas boas não tem vez, se sentem perdidas, vazias, incompletas, inúteis, seus esforços parecem não levar a recompensa alguma, suas batalhas são doloridas, e elas se sentem mau, quando elas são as melhores pessoas que conheci, será que era pra ser assim, os bons sendo fisicamente e psicologicamente engolidos e massacrados? Os segundos que eu tenho são pra dizer a todos vocês, que se tudo parece injusto demais, eu desejo mais força e paciencia, não pensem nem por um segundo que vocês são um monte de nada, pois se vocês não estivessem vivos, eu não daria tanto valor a minha existência, eu não gostaria de viver em um mundo onde as pessoas boas não existissem, e por mais que esteja difícil, se agarrem em algo bom, façam algo bom, não se deixem arrastar com o lixo, se vocês aguentaram até agora nadar contra a corrente, acreditem, não vão morrer as margens de si mesmos!!!
Eu desejo segundos melhores na vida de vocês, e desejo que vocês façam algo melhor com seus segundos, porque isso é todo o tempo que vocês tem, até não ter mais nada...

Milene Maureen

domingo, 7 de julho de 2013



Eu nunca me canso de olhar essa foto, porque eu nunca me canso de olhar pra você, e nela está tudo, tudo que sinto, tudo que quero, tudo que desejo...
Eu sempre acreditei que a vida deveria ter algo extraordinário, algo que faria sentido, que explodiria feito fogo de artifício na nossa cara, dando sentido as coisas, eu pensei que teria mais que apenas crescer e seguir um ciclo, e confesso que é meio decepcionante se você pensar que ela é apenas isso... Mas quer saber, se essa é mesmo a vida, se é assim que é, e eu não posso mudar, ou encontrar algum significado maior pra nossa existência que de fato, é como qualquer outra, eu quero pelo menos poder dizer que enquanto eu estive aqui, eu não pensei apenas em mim, apenas em seguir um caminho pra depois morrer, sem notoriedade, e não digo de fazer algo grande, mas algo grandioso com meus dias...
No fundo eu acreditei que eu seguiria contra a correnteza pra ter uma sensação de liberdade, desprendimento, mas eu fui arrastada... E eu pensei que me afogaria aqui, num ponto sem volta, já me falhava a respiração, já me apertava o peito, e o pouco do sentido que eu nunca fiz, perdeu totalmente a razão e me senti obrigada a continuar anestesiada, e morta...
Bom, certamente estou longe da minha zona de conforto, certamente estou mais lúcida que nunca, e quanto mais inteligencia você desenvolve, mais conhecimento, mais auto-conhecimento, menos graça você vê nas coisas, uma visão nua a crua mata teus sonhos, mata tuas ilusões, e quer saber, sofrer por não conseguir sonhar é pior que não alcançar sonho algum...
Mas então... Eu ainda gosto muito dessa foto, ela desperta em mim todas as sensações que eu pensei que tivessem morrido em mim, e se a vida for isso mesmo que desconfio, eu quero que você esteja ao meu lado, pois é nos teus olhos que quero olhar pra recuperar a graça de poder sorrir outra vez...
Não, a contradição me cai, e a vida fica extraordinária outra vez quando posso te olhar por alguns minutos dormindo... Quando posso admirar a tua pálida beleza, ou quando colo meu rosto no teu, e vejo esses olhos verdes, é como se eu encontrasse um porque de continuar, ou encontro um querer em mim...
Eu ainda não vou conseguir explicar bem, eu quero me desculpar pela bagunça que você pegou quando chegou, mas se eu puder me reorganizar, será pra ter você na minha próxima bagunça...
 Eu encaro um dia pesado, difícil, pra no outro ter o alívio de estar nos teus braços e sorrir sem desejar parar...
Minha vida ta toda torta, eu me sinto toda torta, quase nunca me sinto boa o bastante, eu vacilei um pouco, e nossas escolhas determinam nossa vida, e as vezes são definitivas, eu não posso passar uma borracha e apagar tudo que acho que está errado, mas dou muito valor no que acho que está certo, junto com tudo isso, também me veio a cabeça em priorizar apenas aquilo que tem valor... Eu era mais perdida que sou agora, era mais confusa... Eu sou muito melhor agora, uma pessoa melhor, apesar de não me sentir assim...
Estou um pouco desesperançosa, mas eu continuo amando essa foto, e eu não consigo entender, como posso encontrar em alguém a paz que perdi em mim...
O que quero dizer é que desde que você chegou, eu tenho vontade de viver, ainda que a vida seja boa, ou ruim, tudo que eu quero é viver, pra ter a chance de ter mais um momento contigo! Porque não importa como seja, sei que serei feliz...
Há uns dias eu disse que nunca poderia dizer que te amo, não por não amar, mas por ter medo de não pode-lo fazer feliz, e 20 minutos depois você me mostrou que estava errada e me fez arrepender-me de pensar sequer na hipótese de te deixar ir, ou desejar algo melhor pra ti, eu te quero, e vou fazer o melhor, e se você me quer também, bom, então eu devo ficar feliz por isso e apenas isso! E eu estou...
Eu não vou encontrar sentido nisso tudo, eu sei que não, e nunca vou me conformar, mas também, não deixarei de acreditar que as coisas são extraordinárias justamente por serem como são, e por não poderem ser de outra forma, que seja, que seja!!!
Mas já que estou aqui, quero dizer do alívio que sinto, por saber que depois de tanto tempo, você existe, e você chegou, eu estava te esperando, pra que finalmente algo fosse extraordinário na minha vida, EU TE AMO! ♥

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Siga bem, eu fico por aqui...

Eu espero que você siga, e vá atrás do que quer, do que deseja, e que você consiga tudo que precisa pra ser feliz...
Eu espero que você seja mais feliz que triste, que tenha mais coragem que medo, que ame mais que odeie...
Eu espero que leve algo bom de mim, não é por mal, eu espero que você siga bem, eu fico por aqui...
Eu estou desistindo, tô tão cansada pra continuar, e agora meus sonhos estão tão longe de mim, que não consigo alcançar nenhum... Eu sinto tanta dor, tanto penar, que nem mereço a vida que tenho...
Eu não sou mais feliz, eu não estou mais feliz, eu desisto de tentar, e sempre ter que recomeçar...
Fico desesperada em pensar nas coisas que preciso fazer, porque eu não quero fazer nada disso...
Cansei de ser essa pessoa triste e amargurada...
Cansei de não conseguir mais animar as pessoas como antes...
O que eu fiz da minha vida? Eu estraguei tudo, tudo, tudo...
Que raiva dessas pessoas que acham que podem fazer o que querem de mim, não quero mais nenhuma delas na minha vida...
Eu tenho uma coisa boa no momento, que é você, e eu não quero estragar isso também...
Eu desejo que você seja feliz, porque por mais que eu queira estar presente, eu nunca vou poder dizer que te amo... Não que não seja verdade, mas porque eu não posso te fazer feliz, sendo essa infeliz que me tornei...
Eu queria poder dizer que te amo, e nunca mais precisar te deixar ir, quando você está por perto eu sou feliz...
Mas agora eu só preciso te deixar ir... Porque eu não vou continuar...

Rodrigo ♥

É engraçado como as coisas acontecem pra mim, ela vem do nada, e assim se vão, ou ficam, e permanecem, e não me deixam mais...
Demora até eu entrar e sair das situações, mas quando me decido, não tem volta, bom, isso é que é se decidir não é?
As coisas vem em uma brisa e me envolvem, me encantam, e se vão com as estações, mas as vezes quando bate, gruda, fica, você fica? Se eu pedir?!
Sou de cara fechada e riso fácil, sou de lua, de fases, e sempre quero partir, mas dessa vez quero ficar, posso ficar contigo?
Sou a primeira a duvidar, a desacreditar, e depois ter uma fé inabalável, eu não acredito na maioria das vezes, mas acredito que pode ser agora...
Não digo que estou confortável com isso, eu nem queria querer tanto assim, mas o que faço se eu quero?
Já tive provas de que as borboletas no meu estômago, não eram algo estragado que comi, nem dor de barriga, nem vazio existencial, só dá, quando você chega perto, e mais ninguém me faz sentir assim, não que eu quisesse isso, mas o que fazer se eu sinto?
E esse nervosismo todo Milene? Por que você está tremendo outra vez? Por que gagueja pra falar? Por que fica tímida e preocupada? Por que não consegue tirar os olhos dele? Por que? Não sei, certamente não sei, mas eu não consigo, eu não quero, parar de te olhar...
Sempre tive medo que isso acontecesse, depois tive medo que não fosse mais acontecer, mas aconteceu...
 E eu que penso tanto, sobre tudo, sobre todos, sobre mim, sobre ser, agora penso tanto em você, antes de dormir, quando acordo, quando perco meus pensamentos, eu sei onde vão parar, planeta Terra chamando Milene, volta, você tem coisas a fazer, mas to sempre com você...
Ahhhhhhhhhhhh, eu nem consigo acreditar, eu nem poderia imaginar, eu não consigo explicar...
Não sei se é sorte, se eu mereço, ou se simplesmente era pra eu ter te achado mesmo, ou foi você que me achou, eu sei lá, sempre tive medo de dizer, sempre guardei pra mim, mas agora transbordo e eu preciso dizer, o quanto gosto de você, perto, longe, comigo, ou só nos meus pensamentos, eu gosto, aii meu Deus, estou novamente falando em gostar, e eu tinha prometido que não o faria, acho que eu não estava vazia, eu não estava amarga, nem morta por dentro afinal... Eu estava esperando você chegar...
Oi, que bom que você chegou, você fica se eu pedir?!É que eu acho, que eu gosto mesmo de você, bem do jeitinho que você é, tudo que eu sempre quis de alguém, eu encontrei em você... 


Milene Maureen

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Estar feliz é mandar toda minha inspiração pra escrever coisas belas embora...
Plenamente feliz, bom, eu não estou, mas dessa vez nada tem a ver com meu emocional, aliás, ele me tem salvo muito ultimamente...
Mas eu estava inspirada até então, mas agora passou, acho que a gente não deve perder o momento, o momento de inspiração, pois ele não volta tão cedo, e quando volta, não volta igual, é sempre diferente...
Escrever sobre escrever, talvez seja o que há...
Estou sobre dois extremos e eles me fazem ver as coisas de dois modos, um faz com que eu me sinta a pessoa mais sortuda desse mundo, e o outro, bem ele tira toda a graça dessa sorte...
Será mesmo que estraguei tudo? Será que tudo está estragado só na minha cabeça?
Eu queria tanto uma segunda chance pra fazer direito...
Eu que quase nunca me enfiei em confusão, quase nunca brinquei com as pessoas, ou briguei a toa, justo eu fui me meter nessa situação... É tão desgastante, é tão desanimador, me sinto horrível, de dentro pra fora, e isso já reflete na minha cara azeda...
Ohh mas eu tenho tanta sorte de ter alguém que adore essa minha acidez...
Eu nunca vou conseguir agradecer por me doar doçura...
Você ficou, você decidiu ficar, e em tantos lugares, escolheu estar ao meu lado, entre tantas pessoas, olhares sorrisos, abraços, foi na minha mão que você pegou, meus lábios beijou e sorriu...
Eu me decidi por você, de um modo muito mais livre, espontâneo, mais verdadeiro e o mais importante, recíproco...
Eu odeio o dia dos namorados, mas eu adoro o meu namorado, meu bem, eu realmente gosto de você...

Milene Maureen



sábado, 1 de junho de 2013

De uma forma um pouco brega, ou demasiadamente doce até enjoar, quem tinha mesmo a razão eram os Beatles... Assim como o que ouvi no filme de ontem, que dizia que os Beatles sacaram tudo, eles sim falavam do que importava, a respeito de segurar as mãos, e não me decepcionar...
Sim as bandas fazem sucesso por falar de desamor e enganos, porque na maioria dos tempos andamos enganados, iludidos, perdidos por aí, até achar que falar de amor é brega...
Sim uma canção que fala de ódio, e ressaca, tanto a alcoólica como a moral, também entram nessa lista sobre ser mais interessante... Eu quero mais é me encher de algo pra tapar meu vazio, que seja de várias pessoas, de várias drogas, de várias falas tolas até eu me sentir sozinha com a cabeça pregada em meu travesseiro em uma madrugada em que eu quiser companhia e só tiver uma garrafa de conhaque na estante...
Se amar é démodé, eu não faço questão de estar na moda, ou acompanhar o ritmo atual...
Bom como eles dizem, nada pode mudar meu mundo, aqui as coisas funcionam de outra forma, e eu imagino um jeito melhor de levarmos nossa vida em paz...
Eu não passo de uma sonhadora, mas não estou só, há outros como eu, precisando inventar algo pra acreditar e não se decepcionar tanto...
A questão é que a gente sempre acaba precisando de alguém em um momento, e nada funciona melhor que um abraço de quem nos ama... Olhe agora você pra todas essas pessoas solitárias e imagine seus motivos? será que elas desejam dividir sua solidão? Ou estão apenas esperando, que um dia alguém permita que elas sejam sozinhas juntas?
Os Beatles estavam certos em propagar o amor, porque todo o resto se manifesta por sí só, e é viral...
Todos me conhecem pela cara fechada e pelas zombarias, e não pensam que elas acabaram, não vão acabar, enquanto ninguém levar à sério, eu poderei fazer piadas de mal gosto pra rir da cara das pessoas que mal compreendem o sentir e já se dizem possuídos pelo que nem sabem se sentem de verdade...
A questão é que falar de amor é mais fácil que amar, mas se eu disser que não vale à pena, muitos concordarão, mas apenas os desesperados pra tê-lo. Eu estarei mentindo se disser que não o desejo...
Mas porque não aprender a amar direito? por que as pessoas acham que o amor é só bom? ou vai curar algum mal dentro delas e elas nunca mais serão infelizes?
Quem ama também sente dor, mas quem não amar só sente dor...
Nós matamos as pessoas que nos dizem que precisamos nos amar mais, e nos usar menos, as assassinamos com armas de fogo ou acabando com seus corações puros...
Nos enfiamos em atividades que não gostamos, fazemos por dinheiro, não por prazer, pra cumprir uma meta pra depois morrer...
Eu não quero ter muito, mas quero que tudo que eu tenha, tenha algum significado bom!
Um par de meias, um cobertor, uma xícara pra dividir o café, e um sonho pra sonhar junto...
Quero ser a mim mesma, e conhecer um outro alguém, quero conhecer a mim mesma, e ser em partes de alguém...
Então querido, segure minha mão, não me decepcione, tudo que nós precisamos é amor, porque ninguém nunca me faz tão bem, como ele faz, eu ainda tenho todo o meu amor, com todo o meu amor, eu digo, que esta palavras sim tem um pouco de sabedoria, então deixe estar...
Quando todas essas pessoas magoadas, cansadas, se unirem, se encontrarem, bem, ai sim brilhará uma luz no fim do túnel... Talvez haverá resposta, talvez, mas deixe estar...
Nunca encontrei uma só pessoa corajosa que não tivesse medo algum, nunca encontrei alguém admirável, que não tivesse amor no coração...
Me desculpem todos, mas eu concordo, os Beatles é que tinham razão, na dúvida, é bem melhor ser capaz de amar! E é melhor ser brega por propagar amor, que adormecer deprimido num canto embriagado de algo que não vai melhorar com o amanhecer...
Eu quero o aconchego dos teus abraços, pra aquecer as minhas noites, o conhaque ajuda, mas não é a mesma coisa que a proteção dos teus braços!

Milene Maureen





domingo, 26 de maio de 2013

Rô ♥

Eu poderia agora estar com sono, cansada, ou até mesmo triste, mas eu só estou pensando em você...
Eu poderia estar sentindo frio, fome, mas só sinto a tua falta...
Nada é fácil, mas as coisas são simples, meu querer é teu, e o seu é meu também...
Ele me inspira à escrever, a cantar desafinada uma canção boba de amor, me tira o sono, e me devolve...
Ele me devolveu coisas que eu havia perdido, me fez sentir outra vez coisas as quais eu já não me importava mais...
Eu acredito, eu sinto falta, e eu gosto... Essa vida não pára de nos surpreender, e numa dessas voltas eu topei você...
Mal pude acreditar, eu quis fugir, me esconder, mas, mais que isso, eu só pensava em te ver...
Eu não tenho mais tanto medo, eu não acho errado, não acho que seja apenas sorte...
Todas as vezes em que fico sozinha, eu lembro da promessa que fiz, sobre ser forte e seguir sempre sozinha, mas quando olho pra você, eu não desejo mais estar sozinha, eu só penso em segurar as tuas mãos e não te soltar...
Talvez eu esteja ou seja, uma boba apaixonada, talvez não seja isso também, eu gosto de uma forma tranquila, tal qual brisa fria no fim de tarde... Não tem alvoroço, não tem dúvidas, eu estou bem certa do que quero, e pra onde vou...
Costumei ser inquieta e inconstante, mas estar do teu lado, me transforma em mar calmo...
Não sei dizer, quando, como, porque, não sei dizer, nem bem entendo, eu só senti, e não pude ignorar, nem deixar de sentir, nem deixar de querer, e agora, eu quero só você...
Voltei a acreditar que posso ter alguém... Ser de alguém... Cuidar, cuidado...
Não é por tudo que é bom, é que agora é bem melhor, com você...
Eu não posso esquecer a forma como aqueles olhos me fitam seriamente, nem o toque da tua pele, nem como sorri, e ouvir aquelas coisas que só você diz...
Eu que já desejei muitas coisas, agora vejo como fui boba nessa vida até finalmente chegar até aqui...
Por vezes desejei tudo diferente, e ainda desejo, mas tenho medo, de que se não fosse assim, não talvez nunca tivesse sido, e que seja!!!
Eu não posso explicar meu pensamento distante, meu olhar perdido, meu sorriso bobo pras paredes, eu não posso evitar a falta que me bate sem escape, como vento que entra pela janela aberta. E me perturba me fazendo ficar ansiosa pelo tempo que tenho ao teu lado...
E todo tempo que tenho ao seu lado, se tornou o mais precioso tempo que tenho, ainda que seja curto, ainda que seja muito, ainda que faça falta...
Enquanto ir embora for difícil, sempre desejarei um reencontro, e imaginar esse reencontro me anima...
Eu sempre vou até você, pra poder dar um sentido ao meu sorriso sem graça...
Eu te vejo e meus olhos sorriem, minha boca se cala na ânsia de lhe dizer tudo, aí eu pego em suas mãos e sei que tudo é verdade...
Eu tenho muita sorte afinal, porque eu tenho você! ♥

Milene Maureen

domingo, 19 de maio de 2013

Quando me atento para mim mesma, eu sempre me volto pra tudo que falhou, ou aquilo que é ruim, eu me sinto péssima as vezes, por saber que cometi falhas estúpidas, mas eu penso também que algo de bom eu devo ter feito, mas não me lembro com tal exatidão das coisas, pois as coisas boas me são naturais, e eu as procuro, e elas me escapam,  já as ruins eu não me esqueço pois não me perdoou com facilidade, o impacto delas são diferentes, a boas são leves e voam de mim, mas as ruins nos pesam por um tempo e permanecem... Mas dentro de mim, algo me diz, que sei que sou mais pra bom que pra ruim...
Milene Maureen

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Cuidado com as pessoas de amores fáceis...
Podem te sufocar até você acreditar que não se afogará em meio o mar agitado,
mas na primeira onda você estará navegando só, remando contra a corrente...
Se afogando nas mágoas do mar de ilusão que você pulou de cabeça!

sábado, 4 de maio de 2013

"Porque quando sinto as borboletas aqui por dentro, eu não sinto medo de voar
 do teu lado..."

Eu sei, a gente pensa muito, demais, e chega em conclusões lógicas, racionais, ou emocionais demais...
E se eu pudesse escolher os três quando quiser tomar uma decisão?
Eu passei tanto tempo me segurando, ou me forçando, poucas foram as vezes que me permiti estar a vontade...
Mas agora chega, eu cansei de desistir, de ter medo, de continuar me arrastando... Cansei de dizer que está tudo bem, cansei de guardar tudo, estou com prateleira internas lotadas de livros que escrevi que ninguém mais lê, e que só juntam pó, eu quero exteriorizar, quero ser, viver...
O que está feito, está, e assim será, isso não vou poder mudar... Mas posso fazer o melhor daqui pra frente, sem deixar que mereço menos por conta disso ou daquilo, eu mereço muito, já tive muito choro, tropeço, sem sequer me queixar com as pessoas...
Eu duvidei que viesse, que sentiria isso outra vez na vida, eu duvidei, que voltaria a sorrir feito boba, que ficaria ansiosa, nervosa, meio boba alegre... Eu duvidei que alguém por ai me aceitaria como sou, no lugar em que estou, e que acharia graça no meu sorriso mais sem graça... Que não desanimaria com minha amargura, que me faria sorrir, quando tudo que eu sentia vontade de fazer era chorar...
E agora não me sinto mais tão amargurada, eu ainda sinto medo, mas ele é menor que a minha vontade...
Que fique o tempo que ficar, que dure o tempo que durar, que seja enquanto tiver de ser, mas que seja, que seja!!!
Que nunca deixe de ser, se pode ser...
Que deixe de ser, quando tiver que deixar...
E que eu esteja em paz!

Milene Maureen

domingo, 21 de abril de 2013

Me desculpe mas eu não tenho pena não, você só está colhendo o que plantou...
Ele é ainda  a mesma puta pulando de galho em galho procurando adrenalina, diversão, e auto-confiança, ele precisa de pessoas sofrendo pois assim se sente importante...
Ninguém me contou, eu vi, hoje com meus próprios olhos, e se escondeu no olhar e ficou sem graça, como se eu fosse a sua garota, ou como se eu fosse contar algo... hahahahahahaha
Eu estou feliz hoje em dia, e você continua sendo uma piada, uma vez me fez chorar, mas agora só faz-me rir...
É triste a maneira como você usa as pessoas, assim, uma na sequencia da outra, assim da forma que doerá mais, só pra alimentar este teu ego fraco...
Mas admito, ser trocada dói, mas só vejo pessoas colhendo o que plantaram...
E não é de mim que você deveria esconder essa merda toda, eu já te conheço, e não me importo mais...
Só acho que você deveria ser mais homem, e por deveras parar de me procurar, porque eu não vou mais ao teu encontro...
Só fiz isso pra descontar, mas percebi que era mais ridículo do que a situação que vc me colocou há um tempo atrás...
Você não é um homem, você é uma piada sem graça, e das "tuas" garotas eu sinto pena!

Milene Maureen

sábado, 20 de abril de 2013


Aquilo que está certo a gente aceita, o que está errado, a gente supera, o que está inacabado acaba com a gente, nos cutuca, nos perturba...
Eu fiquei canalizando e sofrendo a toa pelos pretéritos imperfeitos, até entender que eu não deveria nada não..
Estou exatamente onde devo estar, e me sinto como devo me sentir, e vou agir a partir daqui...
Hoje eu me permito...
Me permito estar onde estou, e aceitar o que vier...
Eu me permito ter os dias tristes, desesperançosos, me permito chorar, e ter meu desespero em paz...
Me permito acordar com esperança, sorrir até doer a barriga, e terminar o dia bem...
Eu aceito em paz o que sinto, e o momento de sentir...
Tudo bem se está tudo bem...
Tudo bem se nada está bem...
Eu encontrei a paz de não me forçar à nada que não seja natural ou sincero.
Sem pensar que não deveria estar sentindo aquilo, se sinto é porque é hora!
E novamente eu digo que está tudo bem, está tudo bem!
Me permito olhar dentro de mim e encontrar o eco dos vazios...
Me permito me sentir completa e repleta as vezes...
Eu me permito!!!
Eu permito achar que sou a pior pessoa, e me permito estar enganada quanto a isso, me permito me arrepender, e me permito aprender com os tombos...
Me permito sentir o prazer na dor, e a dor na alegria, me permito ter todos os medos que eu quiser, desde eles não tomem conta de mim...
Acho que tudo tem um momento de ser vivido, de ser sentido, e nos reprimir não é a solução, nem nos fechar... Mas sim, buscar compreensão, e controlar nossa racionalidade e os pensamentos lógicos, sem sermos movidos pelos sentidos apenas, quando eles são destrutivos a razão!
Me permito ter instintos, e seguir minha intuição...
Eu me permito dizer o que sinto, quando sentir que devo, permito ouvir sem tantos questionamentos as coisas boas a meu respeito.
Eu me permito recomeçar, permito-me a paixão, me entregar, e não perder a esperança no amor.
Eu quero ser capaz de amar puramente outra vez...
Permito-me reconhecer meus valores, minhas habilidades, a mulher que sou, de dentro pra fora...
Permito que conheçam essa mulher a fundo...
Permito que me toquem, que me abracem, que me beijem, que me aceitem, mesmo que eu mesma não o faça!
Permito que entrem em minha vida, me permito a correr atrás do que for, do que eu quiser, me permito falar de amor, de ódio, de solidão, me permito ser boa companhia, me permito estar acompanhada.
Eu decidi me permitir pra ser mais FELIZ!!!
Eu me sinto bela, sentada na minha cama, em frente a minha janela observando a Lua, eu me sinto sortuda, me sinto ansiosa, me sinto apaixonada, e eu permito que assim seja...
Eu achei que as circunstâncias estavam aos meu revés, mas o problema estava na minha cabeça e não nas circunstâncias, e eu me permito ser feliz "APESAR DE"...
Me permito abrir as portas dos sonhos e entender porque parei de sonhar, porque depois de um tempo, eu só tive objetivos e propósitos e nenhum sonho...
Me permito amar a quem me odeia, me permito amar a quem me ama...
A única coisa que não me permito é guardar sentimentos ruins, alimentá-los, compartilhá-los ou propagá-los, porque eu só quero aquilo que é bom, aquilo que tiver valor, e a única herança que quero deixar ao mundo, é que o amor sempre será a coisa mais importante que existiu!
Eu me permito ir até onde for pra ver alguém que eu quero, e me permito dizer isso à ele!
Me permito dizer hoje que estou feliz, que as coisas ruins dentro de mim estão cessando e dando lugar a coisas melhores...
Eu me permito decidir por alguém, me permito querer alguém, me permito ter alguém ao meu lado!
Pronto Milene a aprovação que você sempre buscou veio de quem você menos esperava de você mesma!
E eu te permito ser com graça quem tu és! E te digo com paz no coração e com um conforto absurdo de estar na tua pele, que tenho orgulho de quem você é e que a amo principalmente por isso!
Eu decidi que é bem melhor me permitir!

Milene Maureen

terça-feira, 9 de abril de 2013

O tempo está passando e você está ficando pra trás... Acorda garota!
Queira merecer mais!
Ele ainda só ama a sí mesmo, o barco dele vai afundar e quem estiver a bordo vai junto...
Erga tuas velas, navegue teu próprio barco, não adianta ficar por quem não ficaria por você!
No fundo eu sinto um pouco de pena...

sábado, 6 de abril de 2013

Mas não se esqueça garota, que não dá pra se afogar no raso dessas pessoas, por isso não se preocupe garota, continue sendo um mar todo, porque você simplesmente não conseguiria nadar nesse pouco que são... Água de verdade é a que me cobre até a cabeça, a que cobre o meu calcanhar, bem... Só chegará até os meus pés... Não se lamente, a onde não te arrasta, porque tu não nasceste pra morrer as margens de ninguém, nem de ti mesma, há um oceano todo te esperando... - Milene Maureen Hernandes

segunda-feira, 25 de março de 2013

Agora só fica o que eu permitir!
Não fiquem a vontade, eu que mando nessa porra!

domingo, 24 de março de 2013

A gente planeja tanto e tanto pra depois as coisas fugirem ao controle, aí é quando você descobre que elas são exatamente como deveriam ser...
Ainda é difícil as vezes, me pego pensando e mal consigo compreender como as coisas mudaram e como vão mudar mais ainda agora...
As vezes tenho aqueles sonhos bobos acordada, esperando despertar dessa vida, como se eu estivesse observando de fora, mas da realidade eu não consigo fugir...
São coisas, lugares, e eu me lembro, e eu quase sempre choro e sorrio, de saudade, de medo, de vontade... Como eu queria que...
Talvez eu vá sonhar com tudo isso o resto da vida...
Tanta coisa boa, tantas pessoas boas, sei que Deus está me mostrando que ele me deu muitas oportunidades e eu as desperdicei, e que esse foi o modo que ele encontrou pra me fazer perceber, da maneira mais difícil, só agora que não posso escolher ter ou não, agora são as pessoas que escolhem, que eu compreendi, o tanto de coisas maravilhosas que tem na minha vida...
Eu não preciso me entristecer, nem negar o que sinto, pra quem eu tenho valor, ele não vai se perder, é só um modo de afastar quem sempre deveria estar longe de mim, e novamente digo, quer vir? Pois que venha! Quer ficar? Tudo bem também, eu não faço questão alguma!
Eu sou uma boa mulher, não um reflexo, não um protótipo, não metade, eu vim completa e devo me orgulhar de quem sou!
Esqueça, deixe pra lá, se não acrescenta, diminua a quantidade e aumente a qualidade...
Escolha ser feliz e não jogar, quem joga pode ganhar, mas eu prefiro um modo em que ninguém precise perder pra que eu saia com a vitória, e se no final todos pudéssemos sair campeões?
Seja feliz, faça alguém feliz, e sejam felizes juntos, e esqueça todo o resto!
Essa noite linda, com uma Lua imensa e amarela, tantas estrelas sorrindo, eu então sorrio de volta, é tão lindo isso, dá uma paz na alma, uma leveza no coração, e a mente descansa...
Não desperdice o tempo, a beleza das noites, das pessoas que lhe oferecem companhia, não arrume mais aquelas velhas desculpas, encontre novos motivos pra dizer sim a cada oportunidade, você só perde se não aproveitar toda essa beleza que não nos custa nada...
Estou sim, abobalhada, olhando este céu, com sorris de orelha a orelha, eu pedi que fosse uma boa noite, e ela foi maravilhosa, e antes de amanhecer eu não vou permitir que ela acabe!
É divino se sentir leve assim, dobrar os joelhos apenas para agradecer, por estar respirando ainda, pra conseguir perceber toda a beleza dessa noite...
A maior parte do tempo eu estou só, mas isso não significa que eu sou solitária...
Assim como a companhia não tira minha solidão!
Eu me sinto mais forte, mais firme, mais bela, mais completa, sinto que tudo deveria ser diferente, mas que ainda assim, tudo está onde deveria. Eu vou sentir saudades com mais zelo e com menos pesar, com mais sorrisos e menos lágrimas, eu só vou pensar tanto no amanhã, quando ele se tornar o hoje, o agora, e só vou vivê-lo se valer à pena!
Nesse momento abro mão das minhas vontades pra seja feita a tua, e só a tua, meu soberano!
Que a tua vontade sempre prevaleça, e que eu tenha compreensão o bastante pra entender que teus planos são maiores e melhores!
Hoje eu vou dormir quase em paz, guarda meu sono, e obrigada por me mostrar toda a beleza dessa noite, me sinto uma nova pessoa...

Milene Maureen

domingo, 10 de março de 2013

Eu só espero que você sempre saiba, que eu nunca quis nada tanto assim, eu nunca amei tanto alguém na vida, como eu amo você!
E esse amor é tudo que me sobrou pras noites solitárias, pra que eu não esqueça que pelo menos sou capaz de amar...


Milene Maureen

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Eu não sou uma garota, eu sou uma mulher, e tem uma diferença nisso tudo.
Eu tenho uma vida, meus objetivos, meus obstáculos a vencer, meus medos e minhas preocupações.
Não eu não perco meu tempo criando casinhos, fazendo dramas, irritando, atrapalhando ou desejando o mal das pessoas. Eu não faço joguinhos, não entro numa disputa que não mereça ser vencida.
Eu não vou reclamar de tudo que eu acho que perdi, e não vou sair esfregando na cara de ninguém aquilo que ganho. Minhas batalhas são minhas histórias só minhas.
Eu não me interesso tanto pela vida alheia, com exceção dos meus amigos, porque me importo com eles.
Eu sou uma mulher, eu não sou uma garota, eu não espero telefonemas, nem mensagens de madrugada, o que eu quero é um bom dia sincero e um beijo de boa noite.
Eu não espero que a pessoa de quem eu goste, goste de mim em retribuição, eu não espero que quem eu ame, me ame de volta, eu não espero que o bem que eu faço, me seja feito.
Eu não exijo a atenção de ninguém, o carinho de ninguém, a consideração de ninguém, se não de livre e espontânea vontade, isso não tem valor algum...
Eu sou uma mulher, não sou uma garota, eu quero ser independente, e não encontrar um príncipe encantado!
Eu quero trabalhar, estudar, crescer, evoluir e envelhecer com os anos.
Eu não quero um namorado, um ficante, um rolo, só pra não ficar sozinha, eu amo estar sozinha, eu quero um parceiro, um amigo, com quem eu possa rir, contar, conversar, me abrir, me entregar, que faça a companhia valer à pena!
Eu sou uma mulher, me arrumo pra que eu mesma me sinta bonita, me cuido, pra gostar de quem sou, trabalho pra ser útil a mim e ao mundo.
Não me interessa com quem você sai, pega, se diverte, namora, casa, tem filhos, eu tenho a minha vida e as minhas preocupações.
Se eu gostar de você, pode ter certeza, você nem mesmo saberá disso, porque eu controlo meus sentimentos, e não sou controlada por eles, e se não valem à pena eu não os alimento e por consequência um dia morrem...
Se você acha que eu gosto de você, bom, daí é muita pretensão, eu gosto até de banana com ketchup, e bem se você acha isso valioso pra mim pode não significar nada.
Se você me ignora por 15 minutos por conta de alguma infantilidade, eu te ignoro pelo resto da minha vida sem remorso algum.
Entenda, eu não sou dessas garotas que você encontra por aí, eu não sou uma garota, sou uma mulher, bem decidida e esperta, sou sensível mas não sou imbecil...
Eu não vou fazer da tua vida um inferno, eu só quero viver minha vida em paz!
Não se preocupe, os únicos planos que pretendo colocar em prática, são os que sonhei pra minha vida!
Sério, eu não me importo tanto assim, quanto você acha, quanto você espera, ou até mesmo como você queria, mas isso porque eu amadureci cedo, nunca se esqueça que eu sou uma mulher!
Não julgue minha inteligência, o que os olhos da minha face não vêem, os olhos da minha percepção enxergam além.
Não precisa mentir, se esconder, fazer rodeios, eu não tenho medo da verdade, da sinceridade, da dor, nem do próprio medo de sentir medo, sei que há hora pra tudo, e que pra tudo, uma boa calma resolve metade!
Quando eu quiser te ver, te ligar, te escrever, eu vou lá e vejo, ligo, escrevo! Quando eu quiser te dar algo, eu dou! Quando quero eu faço! E isso não significa que eu espere algo em troca de você! As vezes faço coisas, não porque as pessoas merecem, mas porque EU quero fazer e isso me basta!
Espero que fique claro, que me subestimar me irrita muito, porque garoto, eu sou uma mulher, talvez você ainda não saiba o que é isso, talvez você não tenha conhecido nenhuma, mas as coisas são diferentes comigo, volte quando amadurecer, quando você for um homem talvez!

Milene Maureen

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Chega garota, está na hora de acordar para a calmaria e aceitar de vez tua tristeza...
Acorde menina, esta na hora de rasgar os velhos planos, teus sonhos te abandonaram em algum lugar do caminho, que tal uma dose de realidade?
Você imaginou tudo isso, mas não dessa forma, e se você tivesse tomado cuidado, ao invés de se jogar no poço mais raso, talvez você não se afogaria com pouca água...
Procuraste tanto por tão pouco, queria nada de sentimentalismo, nenhum apego, e conseguiu, você secou, esvaziou, o último sopro foi em vão...
Você jogou todos que lhe quiserem tanto, com tanto apreço, sem dar uma chance, dizia não temer, apenas não querer, e da maneira mais dura, entendeu que queria e muito, e sim, era medo, só medo, muito medo, e a tua muralha nem você mesma agora pode derrubar, perdeu a vontade, desperdiçou o tempo e as chances, e agora está sendo desperdiçada, pelo que nunca quis...
Não é hora de receber os presentes, eles me deixam desesperada, porque minha ficha ainda não caiu...
Aceite garota, aceite, nada mais é como foi, aceite, as coisas mudaram tão rápido que te atropelaram, você não aceitou, esperou pelo melhor e ele não veio, e se ficar aí, vai esperar pelo resto da vida...
Aceite, mesmo que o coração doa, aceite, a vida não é mesmo um conto-de-fadas, a pessoa que você mais amou, a pessoa da tua vida, nem sempre fica na tua vida, não é com ela que planeja as coisas, teus filhos não se parecem com ela, não tem o seu jeito, seus traços, seus olhos, aceite garota, o melhor beijo, o melhor sexo, o melhor abraço, é teu mas não por muito tempo... E as coisas vão, e as pessoas vão...
Apenas acorde e entenda, você tem a sí mesma pra aceitar, pra se aceitar, pra aceitar a vida que tem, pelo menos você encontrou o amor da tua vida, tanta gente passa por esse mundo sem encontrar amor nenhum...
E agora que está aí, apenas aceite que é como deveria ser, e que se não é a culpa é tua, toda sua...
Garota tua vida vai mudar, uns dizem que pra melhor, outros que ficará mais difícil, mas a realidade ninguém saberá te dizer qual é, mas o que importa é o que muda dentro de ti, e o que você muda pra melhor ao seu redor...
Garota você sempre terá estes olhos tristes, mas terá sempre também esse sorriso lindo...
Você acha agora que estragou tudo, mas se não existisse desgraça, você não reconheceria a graça...
Não estou lhe dando esperanças, porque eu também não as tenho, eu não lhe ofereço nada, pois não há nada mais em mim... Eu sinto muito pelo que fiz a ti, não posso nem lhe dizer que você ficará bem...
Você tem sorte, mas queria ter amor, "...quem tem amor na vida, tem sorte...", mas o contrário não é a mesma coisa...
Onde foi parar tua força? Onde foi parar a fé? cadê tua esperança?
Acho que estão perdidos na bagunça do meu quarto, ou talvez na bagunça dos meus pensamentos, deixei em algum lugar, mas não consigo me lembrar quando foi que perdi...
Eu sou um casulo, e dentro de mim cresce algo bonito, mas por fora, é só pra proteger o que há alí dentro, aguenta a tempestade, o sol quente, as pancadas, os ataques, protege do frio, lhe oferece abrigo e no fim se arrebenta e ninguém se importa, porque o que todos querem ver é uma borboleta, o que importa o casulo, o que importa a lagarta antes de ter asas...
Feche seus olhos, e imagine as coisas que queria, como queria que fossem, isso é tudo que você vai ter pra não amargar nessa vida, imagine muito, que seus planos deram certo, e que todas as noites você pode receber aquele beijo de boa noite...
Eu perdi, perdi, me perderam, me perdi, minhas causas todas perdidas...
Você estragou tudo, te estragaram, estragou-se, minhas causas todas...
Você agiu como se fosse forte, ignorando, fazendo de conta que não existia, fazendo o possível pra não demonstrar qualquer tipo de sentimento, apego, carinho... Encarando suas lutas como se não tivesse medo algum de perder nada...
Dizia ter perdoado, esquecido, que não se incomodava, e sozinha quase morria sem saber o que fazer om tanta coisa pra sentir sozinha... O que você ganhou? Acho que só perdeu...
Encare a vida de frente, esta não é apenas a tua vida, essa é a vida, e isso é como as coisas são, e elas se repetem sem parar... e você é só mais uma garota, que perdeu seus sonhos, pra viver uma vida comum, maltratada, errada, comum...
Cansei de pegar os caminhos errados, a partir de hoje, só vou pelos que tiverem coração...
Olhe tua cara, cavou pra conseguir se livrar, teu sangue e o fogo nas veias, decisões ruins, está tudo bem, bem- vinda a minha vida boba...
E quando você se sentir como um nada, então entenderá por fim a tua real importância na vida, no universo...
Não se leve tão a sério, e nem se dê tanta importância, apenas sobreviva até morrer, e essa é a vida, essa coisa sem graça, sem sentido, e tão valiosa vida...
Acorda garota, aceite garota, esqueça o plano A, o plano B, o C e o D também, rasgue os planos, talvez você devesse não fazer mais isso...
Faça as malas, suma, pegue o primeiro ônibus, entre naquele trem, naquele avião, não perca o navio, peça carona, vá de bicicleta, suma, desapareça, assim como fizeram com você, sem olhar pra trás...
Chega de proteger os outros, e ser a infeliz da tua própria história...
Pule daquela ponte, voe, flutue, experimente, se afogue na correnteza daquele rio, mas não morra de tédio e solidão, é triste demais até pra você!

Milene Maureen


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Eu sei que deveria estar um pouco preocupada, sim eu confesso Também senti medo, mas isso não significa que eu não possa me alegrar e me elevar. O medo não é só ruim, ele faz com que a gente queira se superar, isso para os que são corajosos de enfrentá-los... Estou mais feliz que triste, mais calma que preocupada, mais corajosa que com medo... Alguma coisa boa aponta de dentro de mim pra fora, e estou cansada demais das coisas sem importância... Só o que me importa, só o que me interessa ficam agora!

sábado, 9 de fevereiro de 2013

E chegam os dias em que você deseja permanecer quieta, intacta, abraçada a si, imaginando o que fez de tão ruim pra ter se tornado uma garota tão solitária...
E chega o dia, e você deseja que ele perpetue tua insônia, numa madrugada que nunca cessa ao amanhecer...
Você deseja mais tempo pra pensar, pra entender, pra se entristecer...
Tempo pra entender como todos parecem não se importar, soltando sorrisos amarelos conformados, sendo de forma tão pouco saudável, felizes...
Mas você não consegue, nem se conformar, nem soltar o sorriso sincero da felicidade egoísta! Você se importa demais pra isso!
E mais uma vez você acaba sozinha, conversando com o espelho, se abrindo com um pedaço de papel e uma caneta, seus sonhos rabiscados nas entrelinhas, que facilmente amassamos e jogamos fora...
Eu ainda escuto aquela música que me diz pra ter esperança, eu ainda canto o refrão como se fizesse todo o sentido, mas eu ainda me sinto completamente vazia...
Algumas pessoas me cercam e eu não me sinto a vontade que me roubem a solidão...
Não há com quem conversar, com quem dividir um par de meias de lã, uma caneca de chá e um cobertor...
E eu só quero horas de conversas, conversas boas, conversas bobas, conversas, com ou sem...
Acho que escolhi o pior administrador pra minha vida, não estou sendo boa com planejamentos, tudo que sei é rabiscar, colorir e esboçar... Mas até quando posso manter minha sanidade nesse mundo louco? Eu não sou louca, sou mais sã que a maioria, louco é quem aceita tudo que lhe é imposto, louco é quem é infeliz e permite continuar na mesma sorte, louco é quem me diz que não é feliz...
Tenho poucas palavras, mas tenho os olhos profundos, transbordando das coisas as quais não posso falar...
Não acho que estou fazendo tudo errado, e ainda assim não parece certo...
Não é mais medo, não é solidão, não é tristeza, não são os vazios, não são as coisas que eu não entendo, é que essa noite está tão linda e eu não estou animada com isso...
A música me diz pra mudar as vozes na minha cabeça, elas são más demais comigo, estão equivocadas a meu respeito, mas eu não consigo deixar de me entristecer nessa linda noite chuvosa...
Vão por aí, desperdicem seu melhor penteado, seu melhor sorriso, beijem todas as bocas, dancem até os pés cansarem, sejam como animais, que comem, caçam, bebem e se reproduzem... Mas eu me recuso ser a caça, me recuso ser caçadora, me recuso a agir como se eu não tivesse nada melhor que meus instintos pra seguir...
Nas minhas veias sinto meu sangue pulsando quente como chama, e me queima o corpo todo, sei que estou viva, mas estou em chamas, e logo, vem um sopro de súbito e me apaga por completo.
Sei que estou derramando algumas lágrimas agora, mas não pense que é só de tristeza, logo sei que todas elas serão de amor, e talvez o motivo de eu não desejar mais derramá-las...
Por enquanto, como as gotas dessa linda chuva escorrem pela minha janela, pela minha face, gotas daquilo que vai dissolver minha dor, escorrem, e o sal termina no lugar por onde distribuo meus doces beijos...
Fique comigo essa noite dona chuva, sempre foi minha melhor companhia quando o assunto é se preservar e renascer...
Uma companhia nessa solidão, pra que só de fato, eu nunca esteja...
Milene Maureen

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Finalmente alguém pra amar incondicionalmente!

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Adeus para todos os meus ontens, eu estou indo, adeus, sem olhar pra trás...

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Confesso


Confesso, acordei achando tudo indiferente. Nada do que importava, me importa mais.
Verdade, acabei sentindo cada dia igual. E isso não faz mais sentido algum...
Quem sabe isso passa, sendo eu tão inconstante, tão pensante, essa tal de metamorfose...
Quem sabe o amor tenha chegado ao final, quem sabe...
Não vou dizer que tudo é banalidade, porque uma coisa deixou de ter importância...
Ainda há surpresas, mas eu sempre quero mais... Ahhh eu quero muito mais...
É mesmo exagero ou vaidade, mas que seja...
Eu não te dou sossego, não dou...
Eu não te deixo em paz, nunca mais...
Não vou pedir a porta aberta é como olhar pra trás... Avante sempre...
Não vou mentir, nem tudo oque falei eu sou capaz.  Foi por desespero, medo, ou coragem.
Não vou roubar teu tempo, eu já roubei demais... Não quero, não preciso...
Eu tranco a porta, pra todas as mentiras, e jogo a chave fora...
E a verdade também está lá fora, junto com a poeira do velho tapete.
Agora à porta está trancada, e ninguém possui uma chave...
A porta fechada, me lembra você a toda hora... Nunca foi promissor, nunca foi bem-vindo, sempre uma porta cerrada.
A hora me lembra o tempo que se perdeu. Que perdemos ou desperdiçamos...
Perder é não ter a bússola, desse caminho louco e desestabilizado...
É não ter aquilo o que era seu, talvez nunca tenha sido...
E o que você quer, orientação. Pra seguir apenas...
Eu vou contar pra todo mundo vou pichar sua rua,
Vou bater na sua porta de noite, completamente nua
Quem sabe então assim... você repara em mim.
Não vou viver, como alguém que só espera um novo amor. Nem sei se quero um novo amor, eu nem suporto o velho ainda...
Há outras coisas, no caminho aonde eu vou, tantas coisas, tanto a se fazer...
Ás vezes ando só trocando passos com a solidão, minha melhor e constante companhia...
Momentos que são meus e que não abro mão, nem por você nem por ninguém, é meu!
Já sei olhar o rio por onde a vida passa, e admirar a correnteza e leveza do ser...
Sem me precipitar e nem perder a hora, o exato momento...
Escuto no silêncio que há e mim e basta, de alguma forma eu não preciso de mais...
Outro tempo começou... pra mim agora, outra vida, a minha vida, é outra coisa, e eu sou outra também...
Vou deixar a rua me levar, ver a cidade se acender, sentada naquele velho balanço a olhar sem pressa as luzes dos prédios, as luzes do céu....
A lua vai banhar esse lugar, e eu vou lembrar você, e isso me basta...
É mais tenho ainda muita coisa pra arrumar, organizar e jogar fora...
Promessas que me fiz e ainda não cumpri, e que agora vou de encontro...
Palavras me aguardam o tempo exato pra falar, talvez eu tenha falado até demais na última embriaguez...
Coisas minhas, talvez você nem queira ouvir...
Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há e mim e basta
Outro tempo começou, pra gente agora
Vou deixar a rua me levar, ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar, e eu vou lembrar você
Eu quero te roubar pra mim, eu que não sei pedir nada, não peço, não quero tanto assim, ou quero, mas não faço questão alguma...
Meu caminho é meio perdido, mas que perder que seja o melhor destino.
Agora não vou mais mudar
Minha procura por si só
Já é o que eu queria achar
Quando você chamar meu nome
Eu que também não sei aonde estou
Pra mim que tudo era saudade
Agora seja lá o que for
Eu so quero saber em qual rua minha vida vai encostar na tua
É...
Baseado na música de Ana Carolina, Confesso.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Desviei o foco outra vez, pensei que estivesse bom...
Mas quer saber não é nada disso que quero pra minha vida não...
Respeito e consideração agora me parecem a melhor coisa pra se ter das pessoas...

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Dessa vez o caminho pra casa não foi solitário, nem triste, muito pelo contrário, mal podia conter um riso bobo que me escapa dos lábios...
Ainda bem que tal tristeza não dura tanto no peito meu, ainda bem...
Ainda bem que eu nunca desisto, porque isso não é uma opção, eu não vou me conformar!
Me impôr, e estar no lugar que é meu de direito...
Eu vou conquistar tudo!!!

domingo, 20 de janeiro de 2013

Estou tão triste, que nem sei de onde veio tanta tristeza, eu não estou conseguindo outra vez organizar minhas coisas, e essas crises de choro que não passam... Não param...
Sei que se desistir agora será pra sempre, eu não posso, Deus me ajudo eu não posso desistir..
Por que eu sou tão sensível? Por que tudo me afeta tanto?
Por que eu simplesmente escolhi me importar?
Eu desejo ter uma vida mais egoísta, mas sei que terei crises bem piores se optar por isso...
Mas eu me sinto tão triste, desprotegida...
Me sinto tão frágil, tão pequena...
Me sinto tão desmotivada...
Me sinto deslocada, como se eu estivesse no lugar errado, e meu peito grita pra que eu encontre o meu caminho, eu não serei mais uma na multidão, eu não vou me deixar ser arrastada, não vou aceitar um caminho que me faz mal nem pela necessidade...
Eu não posso ser testada, porque sou muito melhor quando não estão olhando...
E esse coração que não se aquieta no peito...
E essa bagunça que não tem lugar pra cada coisa...
Eu queria ter lugar pra tudo, eu queria ser equilibrada...
Mas não sou...
Estou tão triste que nem me atrevo a chamar isso só de tristeza, eu nem sei ao certo, nem consigo entender...
Minha alma não se aquieta nesse corpo... está em expansão... esvaindo-se... Mais um pouco e ela também me deixa só!
Só, solidão, sozinha...
Eu não sou nada sozinha, mas ainda sim acho que sou melhor...
Eu sento e choro como criança que perdeu o brinquedo, eu perdi toda a minha graça...
Eu só queria voltar a sorrir como sorria há 9 anos atrás quando tomava banho de chuva, e minhas preocupações eram tão tolas que queria hoje, que fossem as únicas...
É uma noite fria e solitária, e eu olho pra minha cama, e creio que está um pouco vazia demais pra que meu vazio não torne a madrugada de insônia ainda pior...
Eu só queria que existisse alguém pra me abraçar e dizer que eu posso enlouquecer a vontade, pra dormir ao meu lado, e não me deixar acordar sozinha mais uma vez...

Milene Maureen

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

As vezes eu rezo pra que exista uma outra vida, eu gostaria de acreditar nisso, pra que na próxima a gente possa fazer direito, fazer valer à pena, não cometer os erros estúpidos, e perder um ao outro.
Eu vou pedir todos os dias pro universo que me deem mais uma oportunidade com você, e eu não vou deixar estragar...
Nem orgulho, nem medo, nem nada, nem ninguém...
Eu acredito tanto nisso que nem tenho medo de viver essa vida sem você, porque de alguma forma sempre fui tua, uma parte sua, e de alguma forma sempre terei você...
As vezes eu acordo no meio da noite e olho pro lado e imagino que você está dormindo comigo, então pelo vento lhe mando um beijo no rosto, lhe desejo uma boa noite, e volto a dormir quase em paz, e na manhã seguinte lhe desejo um bom dia, uma boa vida.
Não sei da onde veio, nem pra onde vai, mas aceito o que vier, e o que tiver de ser, sem me lamentar dessa vez, vou manter meu amor no estado puro, e continuar amando o que odeio em você, e odiando o que amo só pra não ser penoso... Eu não preciso ter você pra ser feliz e pra te desejar o melhor, eu só preciso saber que você está bem, e que ficará bem, saber que é feliz também...
Não, meu amor nunca foi egoísta, e já por isso sei que é amor, do contrário seria qualquer coisa... Menos amor!
Com calmaria aceito isso no coração, e aceito que disse a verdade todas as vezes que lhe sussurrei que seria pra sempre...
O meu adeus que gritei aos quatro ventos, também foi pra sempre...
Mas ter ou não ter, nada tem a ver com amor ou desamor!
E isso eu aceito também.

"Eu sei que nunca desejei nada tanto assim, eu nunca quis tanto alguém na vida, como eu quis você..."

Mas eu te deixo ir...


quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Desisti, não vou mais me enganar, fingir que acredito, não passou, não vai passar e é isso, vou aceitar de vez, vou aceitar de fato, porque é isso o que eu sinto, e não acho que vai mudar...

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Estou cansada, exausta, de ter tudo e me sentir um nada, de estar repleta e ser vazia... Cansei das pessoas a minha volta e das que gostam de mim, as vezes eu queria que elas me odiassem, não precisassem de mim como sinto que não preciso delas, mas eu preciso, eu preciso...
Porque eu não consigo ser mais simples?

sábado, 12 de janeiro de 2013

Quando chove ou quando faz frio...

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Eu só acho que não sei mais o que achar... E isso é muito esquisito, sempre estou prestes a achar algo... E agora não sei... Talvez eu não deva achar nada dessa vez...

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Sem mais embriaguez.... A válvula de escape rompeu, e agora eu volto a ser feliz outra vez!

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

My Happy Ending

Vamos dizer que acabou. Há tanto tempo que eu nem me lembro mais, mas hoje, eu me lembrei porque não me lembro... É porque dói, eu não esqueci, não esqueci, não esqueci, eu só deixei pra lá, eu não perdoei, não posso, não consigo, eu só deixei de pensar, de remoer, de lembrar, mas hoje eu lembrei e doeu tanto, nunca achei que choraria pelo mesmo motivo estúpido outra vez, isso não é justo, porque eu sei que isso nunca terá um conserto, é triste porque vou precisar deixar pra lá, eu não vou esquecer, mas não posso mais lembrar...
Mas isso tudo, toda essa dor, tristeza e decepção não me matou, isso não significa que estamos mortos, isso não significa nada...
Foi algo que eu fiz? Foi algo que eu disse?
Não me deixa presa aqui, esta cidade parece tão morta, estou muito alto me equilibrando por um fio prestes a partir...
Você foi tudo que eu pensei conhecer um dia, e eu realmente pensei que poderíamos ter sido...
Você foi tudo, tudo, tudo o que eu quis, e nós tentamos ser, imaginamos ser, mas nós perdemos...
E todas as nossas lembranças tão perto de mim dissiparam-se...
Todo esse tempo e você só esteve fingindo..
E isso foi mais do que eu poderia suportar, foi muito para o meu final feliz...
Você está cercado pelos seus amigos idiotas, e eu sei das coisas que eles falam, dizem que eu sou difícil, mas todos eles também são, e eles não me conhecem, será que pelo menos conhecem você?
Todas coisas que você escondeu e esconde de mim, todas as merdas que você fez e continua fazendo...
É difícil de acreditar que acreditei...
Eu pensei que conhecia você, eu imaginei que poderíamos ter sido...
Porque foi era tudo que eu queria, tudo que eu quis, eu tentei, imaginei, mas eu perdi, e todas essas lembranças circulando por mim, estão se dissipando, porque eu sei que todo o tempo você esteve apenas fingindo, e isso foi muito para o meu final feliz...
As vezes é ótimo pensar que você esteve lá, que estava lá por mim, obrigada por agir como se realmente se importasse, você me fez sentir-me coo se eu fosse única, é legal saber que tivemos tanto, que tivemos tudo isso, obrigada por assistir de perto minha queda, me olhar como se não tivesse feito nada, não tivesse culpa, como se eu tropeçasse sozinha, enquanto sei exatamente o que fizemos...
Ele foi tudo, tudo o que quis, tudo que eu achei precisar, tudo... Fomos destinados a ser, devíamos ser... Mas perdemos isso, e todas as lembranças tão perto de mim, apenas desaparecem, todo esse tempo você fingiu e isso sobrecarregou minha ideia de final feliz...
Isso tudo foi muito para o meu final feliz... Mais do que eu poderia suportar... Essa foi sua saída estratégica, sair antes das cortinas fecharem, antes do espetáculo acabar, você não ficou pra ver as luzes se apagando, mas também perdeu os aplausos, não lamente, o final do espetáculo não foi feliz apesar de tudo...
Eu esfreguei a maquiagem borrada da cara, engoli umas doses, e caminhei novamente sozinha na escuridão no caminho de casa...
Quantas vezes imaginei você deitando-a a teu lado, enquanto eu vestia tuas roupas e ia dormir chorando em busca de conforto.
Eu não consigo esquecer como eu vi tudo, e hoje faço de conta que nada aconteceu, como você esfregou tudo isso na minha cara, e faz de conta agora que nada aconteceu, como se eu merecesse de alguma forma que você me dissesse o quanto eu não signifiquei nada, porque é mais fácil pra quem mente, pra quem finge, mas acredite é difícil pra quem precisa não demonstrar o quanto você me partiu todas as vezes por dentro, e num ato masoquista lá estava eu, de pé, na fila, pra próxima encenação, pra que eu nunca me esquecesse, porque eu não deveria desejar que você estivesse ao meu lado. Você nunca mereceu este lugar!!!
Eu sempre soube que sobreviveria, porque eu nunca precisei de você, mas desistir de você foi a coisa mais difícil que fiz contra minha própria vontade...
Eu não posso mais fingir que nada aconteceu, cansei de brindar sem que você não dê uma palavra a respeito. Eu não quero um pedido de desculpas, eu nem sei o que quero de você. Talvez eu não queira mais nada. Ou só queira saber o que você quer de mim...
Não quero mais chorar no chuveiro por lembrar o quanto me machucou, eu não te amo mais, mas pensar nisso dói, tanto, tanto, eu não sei porque ainda dói...
Talvez seja porque eu acho você era tudo que eu queria, e eu quis que fôssemos, eu desejei, imaginei que poderia ter sido, mas de repente perdemos isso, e isso com certeza, foi muito pra ser um final feliz...
Vou esquecer isso tudo, porque não há perdão, o que eu podia perdoar já perdoei, mas eu vou precisar esquecer que você existe, eu vou queimar todas as coisas tuas que restaram, eu vou me livrar de tudo, das pistas, rastros, e te matar na minha mente será meu crime perfeito...

Milene Maureen (inspirada na música - "My Happy Ending" - Avril Lavigne)

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

amadurecer é isso, é amargar a ultima gota do teu ser, por perceber que esse mundo não vale nada, que as pessoas não valem, mas ao invés de deixar isso te matar, você luta, porque sabe que a guerra pode estar perdida, mas as batalhas de cada dia continuam, porque ainda que 100 coisas não valham à pena, se houver uma que valha, é nela que vou me concentrar, porque vale sim à pena, mesmo que seja pouco, pequeno, eu sei que vale, eu sinto que sim! Só não perca seu ultimo fio de esperança!
Feliz aniversário pra mim, votos de um envelhecimento e amadurecimento menos amargo!
Milene Maureen

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012


Tudo bem...


Começando pelo início, acho quando somos mais novos, somos influenciados com certa imagem referente ao amor, ou crescemos sobre tal influência, seja através do que lemos em livros, poesias e revistas, ouvimos nas músicas, do que vemos, em filmes, novelas, propagandas de margarinas na televisão rsrsrs, tanto o amor entre um homem e uma mulher, quanto o amor familiar, só que o que o comercial da coca-cola não mostra como são os conflitos, e o quão difícil é a convivência.


Eu passei por muita coisa, situações bem difíceis, e eu costumava ser bem sensível e um pouco desequilibrada até passar por certos momentos onde precisei na marra obter um pensamento mais lógico e menos emotivo, um raciocínio mais objetivo e prático das coisas, do que o "dramatizar" e ser vítima de sí e do mundo.

Quando você enxerga as coisas por esse lado, você sofre menos e entende melhor as coisas, os "porquês", nada mais é o fim do mundo, nada te impressiona tanto e por consequência você se torna uma pessoa um pouco mais difícil, como eu digo uma pessoa armada, com uma armadura feita um pouco das desilusões que não queremos mais viver, um pouco das lições aprendidas e a força daquilo que sobrou da gente ao sobreviver.

Eu tive um relacionamento há uns 2 anos e pouco, e foi muito intenso, eu amei muito, e eu fantasiava envelhecer ao lado da pessoa, mas a convivencia não foi fácil, e hora ou outra eu precisava sempre me decidir se valeria à pena insistir, e por amar demais eu sempre insistia sem pesar direito esse valer, a questão é que eu me arrebentei, porque além de ser iludida por ele, eu própria me iludi com relação a este relacionamento que de longe era o melhor pra mim, mas eu o queria tanto, tanto, que nem percebi que não estava me fazendo bem, eu achei que poderiamos superar tudo, até eu descobrir uma traição dele, ver, e ele se mandar com a menina. O problema não foi a traição em sí, pra mim o problema foi ele ter desistido e ter ido embora, eu jamais teria desistido dele, e depois pra esquecê-lo precisei desistir, e precisei desistir de tudo que sonhei que teria ao lado dele, e isso sim foi dificil, isso sim me doía.


Bom com esses conflitos todos eu pude amadurecer melhor minhas idéias, e em seguida a esse pé na bunda, descobri que minha mãe adoeceu, ela descobriu um cancer e iria precisar fazer todos aqueles tratamentos chatos... Minha relação com minha familia não era tão ruim, mas de longe éramos a familia mais unida, mas vou te contar uma coisa, só o medo de perder, faz você acordar pra vida e perceber o que realmente tem valor, de certa forma agradeço por todas essas dificuldades, pois elas uniram minha familia, mostrou que os atritos são pequenos demais diante do amor que temosum pelo outro, ainda que nos sintamos desanimados, pouco dispostos quando alguém fala algo sobre um amor maravilhoso e fantasioso, sabemos que o amor de verdade existe, e ele não é rosa brilhante cheio de laços pra enfeitar, é mais como uma corda que pra fortalecer ao inv´s de laços fazemos nós, cada coisa que passamos um nó a mais, não é bonito mas é de verdade.


Quando faço essas brincadeiras ironizando, falando de maneira sarcástica, tiro sarro dessas fantasias e expectativas todas que as pessoas criam a respeito do amor, pra depois passar a vida toda frustrados pois nunca vão encontrar algo daquela forma.

é meu modo de alertar as pessoas, de que as coisas não são bem assim, você não vai encontrar alguém pra te completar, alguém que preencha teus vazios, você não morre se nunca mais ver a pessoa que ama, o ar não te falta nos pulmões, pode ser que doa, que te deixe triste, mas de amor ninguém morre, mas as pessoas se matam por ele! A que ponto elas chegam...

Mas acredito que todos, uma hora ou outra, com sua própria vivência, vão chegar as mesmas conclusões, cedo ou tarde, não cabe a mim, falar pra alguém deixar de fantasiar ou sonhar com o principe encantado, ou com aquela mulher da capa de revista que será a esposa perfeita.

Cada um está vivendo o momento que deveria.
Uma amiga esses dias escreveu que a vida dela havia acabado, que ela nunca se sentiu tão triste na vida dela, que ela não queria mais viver.
Ai fui perguntar o que houve e ela me disse que havia terminado com o namorado.
¬¬'' okay, pra mim, que corri o risco de perder minha mãe, que é a coisa mais valiosa que tenho, que sobrevivi ao meu ultimo relacionamento e todas as minhas frustrações a vontade era torcer o pescoço dela e dizer: - Vai se fuder menina, voc~e não sabe o que é sentir medo de perder algo que realmente tem valor, como uma mãe, você não sabe que sua vida não depende de nada do teu ex pra vc existir, ser feliz e vivê-la, voc~e não depende de ninguém além de você mesma pra ser feliz, e é infantil dizer que nada mais tem valor por causa de uma pessoa.
Mas eu não posso fazer, dizer uma coisa dessas pra ela, porque o momento é dela, ela realmente não sentiu esse medo do qual eu disse, ela ainda não havia passado pelo fim, não entendia ainda que não precisava dele, me lembrei de mim mesma, e quando levei o pé na bunda, eu me senti como ela dizia, foi o dia mais triste da minha vida, até acontecer outra coisa que substituiu isso, e é isso são momentos e experiências que passamos...

Imune eu não sou, mas te garanto, agora pra eu me apaixonar será muito mais difícil, porque o que me servia antes, não basta mais, essas fantasias todas dissiparam-se e eu almejo algo mais calmo, mais simples, tipo a frase do Cazuza: "eu quero a sorte de um amor tranquilo com sabor de fruta mordida". Eu não sinto mais borboletas no estômago, ou aquela ansiedade, eu não fico nervosa quando vejo alguém, ou perco o sono, eu não faço questão de ninguém, nem mudo o caminho pra passar na frente da casa de alguém pra com sorte vê-lo no portão...

E essas coisas todas nos fazem falta afinal,  por isso você se sente assim, meio neutra, porque pior que se desiludir com o amor, é achar que você não tem mais capacidade de sentí-lo na sua forma mais pura, agora pra mim ele vem todo refinado, como se ele por sí só não bastasse, ele precisa vir junto com segurança, respeito, consideração, porque se vier sozinho pra me arrebentar de novo eu nem quero, eu nem deixo, não permito. Não sei até que ponto é certo ou errado, até que ponto é amadurecimento ou medo.
Mas chega uma hora que a gente cansa, um cansaço emocional, que ao ver certas situações você já pensa, iiiiiihhhh daqui um tempo essas pessoas vão ver só o que é bom, e nem é por maldade, rogar uma praga, é porque você sabe que aquilo que foge muito da realidade, não tem espaço nesse mundo, a gente nunca sabe como o outro se sente realmente, ainda que passássemos uma vida toda ao lado dele, porque pensa, passamos toda nossa vida dentro de nós mesmos e ainda sim não nós entendemos bem, as vezes não sabemos bem como nos sentimos, e ficamos por vezes confusos, como compreender o outro?


Essa tua parte que chora, é a parte tua que não se conforma, é a parte que almeja mais que ao mesmo tempo duvida, sim somos sempre capazes de amar, mas o que dói e que também somos sempre capazes de tantas outras coisas mais e de escolher. Você sabe que se importa porque ainda pode chorar, não tem sensação pior que secar por dentro, igual Renato Russo diz: "...tentei chorar e não consegui..." aí sim fica critico, somos sensíveis, e morremos interiormente se deixarmos, mas somos capazes de renascer...
Esses dias eu acordei no meio da noite, e ainda com todas essas lições, essa minha armadura, dureza e objetividade, tudo que eu desejei foi que eu tivesse alguém pra abraçar e dormir ao meu lado... Por mais que a gente duvide, a gente deseja tantas vezes mais!
A culpa é sim dos babacas que te machucaram, porque isso vai nos colocando travas também, cabe a voc~e agora não permitir que nenhum babaca te machuque outra vez, a cada vez mais fica mais difícil se entregar, você deixa uma vez, e a pessoa pega o seu melhor e faz o que quer como se não tivesse valor, aí você se guarda achando que ninguém vai merecer...
Se eu puder te dar apenas uma dica eu vou dizer apenas pra você não desistir de acreditar que em algum lugar, alguém nesse mundo merece tua confiança... e que de algum modo vocês vão se encontrar, que não vai ser fácil, que vai levar tempo, mas sem tantas fantasias, dá pra viver um bom amor de verdade, com companheirismo e respeito...
Eu não aceito mais qualquer coisa que aparece no meu caminho, posso morrer esperando, ou sozinha, mas se não for desse modo, eu não quero ninguém, e o meu acreditar, é a líame, entre não sofrer por qualquer amor, poder ironizar o amor de todos, e ainda ter esperança de encontrá-lo em alguma esquina aí!



Milene Maureen

terça-feira, 25 de dezembro de 2012


"Você foi tudo, tudo que eu quis
Nós tentamos ser, imaginamos ser
Mas perdemos
E todas as nossas lembranças, tão perto de mim
Se dissiparam
Todo esse tempo você esteve fingindo
Foi muito para o meu final feliz..." 

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

É por isso que isso acontece, você se sentir assim do nada, quando você vai caminhando pra longe, algo precisa te puxar de volta...
Bom, comigo é assim né...
Quando vou me afastando muito da minha essência pra ser só armadura!
A questão é que eu sustento a armadura, mas ela não me sustenta...

Milene Maureen
Quando foi a última vez que você se permitiu sentir as gotas de chuva tocando tua pele?
Não lembro da última vez que me senti tão viva, tão repleta, tão completa...
Ahhh se pudesse chover todos os dias...
Caminhando por este longo caminho, tentando torná-lo mais longo que o de costume, rezando pra que minha casa nunca chegue, desejando ficar vagando por ali, por aqui, sem destino, apenas sentindo contra o corpo estes pingos gelados.
Linda noite, és minha melhor companhia em tempos...
Doce chuva agradeço a visita!
Espero que fiquem, aqui, comigo, em minha vida, por muito tempo ainda...
Depois de mais um banho de chuva, agora sim posso dizer que é uma boa noite!
Noite Boa!
Milene Maureen

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Eu não vim aqui pra dizer que não posso viver sem você, porque eu posso muito bem viver sem você!
Mas eu não gostaria!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Leio tua mente umas mil vezes antes de você sequer entender meus olhares e caprichos.
Me isentando de álibis, sem testemunhas, sem provas, apenas se renda a mim calmamente, e eu te levarei a um lugar onde você nunca esteve.
Você está tentando encontrar um lado diferente em mim, e se me olhar bem talvez o encontre, mas não tão fundo, meu bem, não mergulhe tão fundo, pois pode ser perigoso.
Você vê esta vida, os lugares que não encontramos, as pessoas que nunca conhecemos, e perdemos, as chances nunca dadas, a saudade de sei lá o que, como uma canção que não possui rimas!
Me dedico como um compromissado, tudo o que você vê é teu apenas, quando me tocas minha pele é tua, quando me beijas minha boca é tua, quando me abraças meu mundo é teu.
As pessoas mentem de forma egoísta, sempre dando maus conselhos, pelos mesmos erros, nas apostas alheias.
Mas se você puder esquecer que é neste mundo que vivemos, você poderia novamente se render a mim. Você procura o menino que habita dentro deste homem, pra ter certeza de que ele não cresceu e deixou todos seus sonhos morrerem nessa transição, mas querida quando você me pergunta os "porquês", eu simplesmente não sei te responder que nós estamos apenas sufocando cada dia da nossa vida, sob um lindo céu azul...
Talvez percamos toda a razão, nos envolvendo em brigas tolas por um pouco de nada. Talvez dessa vez pareça certo, ou façamos do jeito certo, ou façamos do jeito errado, mas pelo motivo certo.
Quero lhe falar sobre o dia que nos conhecemos, e sobre como me sinto quando estou em teus braços, e como um dia ter te olhado contra a luz e você ter me percebido, fez tudo de repente mudar de rumo, sobre como minha vida nunca mais foi a mesma... Os ventos trocaram de direção, pra que você não passasse por mim apenas como um sopro, mas viesse de encontro pra habitar esse vazio e dele fazer ventania.
Redemoinho de mim, redemoinho de ti, redemoinho de coisas, das nossas coisas, que o vento traz, que o vento leva...

(inspirada e baseada na música: Nothing But A Song - Tiago Iorc)
Milene Maureen

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Esta é a história de uma garota comum, mas não qualquer garota...
Ela era doce de enjoar, mas quando chorou, fez-se um rio que afogou o mundo inteiro... Ela não reclamava, nem culpava os outros pelas suas frustrações, ela continuava seguindo como se nada estivesse errado, sem entender porque conforme as coisas iam mudando, as pessoas se importavam cada vez mais com coisas sem importância...
Ela tem dois lindos olhos, mas são apenas dois olhos tristes, sempre a verá com um olhar tão triste nas fotografias... E ninguém nunca soube bem, mas eu absolutamente a amo, porque é ainda mais linda quando sorri...

Quantos dias em um ano, eu perdi as contas, eu perdi as horas, perdi tempo, quanto tempo?
Ela acordou com esperança, em todo novo dia, mas encontrou somente lágrimas, e admita, isso cansa muito...
Eu posso ser tão insincero a ponto de lhe arder a alma, e te quebrar por dentro...
Fazendo promessas que nunca são reais, sem pudor algum, sem verdade alguma...
Por muito tempo ela esteve lá esperando. Mas nada veio, nada mudou, e ela continuou sentada de frente as luzes, balançando na ponta dos pés, enxugando suas lágrimas, agarrando-se a ti mesma, sentindo o vento lhe gelar a pele... Ela ficou lá por muito tempo esperando...
Desgastando a alma e os furos de seus sapatos... Desperdiçando-se...
Quantos dias desaparecem? Vão desaparecendo e você nem vê?
Você vê no espelho o que você escolhe? Ou escolheram pra ti?
E a roupa que você veste, não é quem você realmente é...
Olhe-a esgarçar no dia seguinte...
Seu cabelo nunca fica da mesma maneira, não importa o que você faça...

Você parece nunca funcionar de coisas de palavra. Você parece nunca funcionar quando você não possui tuas palavras. Você parece não funcionar quando lhe falam. Você parece não funcionar bem, ou você não está ouvindo?
É, esta é a história de uma garota, que precisou chorar um rio inteiro pra afogar suas mágoas e ter um pouco de paz, e pra isso precisou afogar o mundo todo, se a olhar bem, em todas as suas fotografias, só verá um par de olhos tristes e desapontados, mas eu a amo absurdamente, porque quando ela sorri, fica a coisa mais linda desse mundo...

Quantos amores permaneceriam? Depois de apagar as luzes, do show acabar, das cortinas fecharem. Depois de borrar a maquiagem toda, e descabelar o penteado de época. Quem ficaria sentado na primeira fileira esperando pela pessoa de moletom cinza e chinelos?
Simplesmente dia após dia nesta merda. Sem nada aparentemente estar endireitando...
Como nós nos enrolamos desta maneira? Porque deixamos chegar a este ponto? Será que os outros caminhos falharam?
Prestando atenção em nossas bocas para as palavras que estamos dizendo, será que fariam mais sentido se eu gritasse?
Por muito tempo ela esteve esperando lá. E não sabia por quanto tempo mais estaria alí todas as noites, ela não acreditava em milagres...
Ela desgastou sua alma, e furou seus sapatos andando atrás de respostas...
Como é que se começa algo hoje em dia?
Nós andamos muito longe pra valer o preço de seus sapatos furados...
E essa sua roupa que te cobre o corpo, veja ficar maior amanhã...  E você não consegue pentear-se sempre da mesma maneira, esse negócio de palavras parece não funcionar com você...
Esta aqui é a história da garota que afogou o mundo todo em suas lágrimas, ela sempre tem o mesmo olhar nas fotografias, com dois olhos lindos e tristes, com aquele olhar doído, ahhhhh eu simplesmente a amo a cada dia mais, porque sei que linda mesmo, ficas quando sorri...
Quando ela sorri, quando ela dá aquele sorriso...

(baseada e inspirada na música: History of a girl - 3 doors Down)
Milene Maureen

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Eu odeio tudo a teu respeito...

Toda vez que nós ficamos acordados, com os pensamentos ligados e as mãos que não se encontram...
Depois de cada tapa que damos, esperando que as pessoas não sejam capazes de retribuir, mas elas são. Geralmente elas me batem antes mesmo deu erguer as mãos...
Cada sentimento que eu sinto, é tão agudo, e isso é grave, pois todos são fortes, não há serenidade, apenas confusão!
Mas eu ainda não senti a tua falta, não consegui, não tentei, não esperei, não sabia que seria assim, eu apenas não sinto a menor falta de você...

Cada um dos meus colegas que ficam acordados esperando por um milagre na frente de um computador vazio, ou em frente a uma garrafa de álcool, pra tapar os vazios com insônia e embriaguez... Ahh eu não gostaria de ser nenhum deles...
Por causa de cada suspiro e gritos que damos que estou aqui remoendo as lembranças todas tentando achar algo que valha à pena ser lembrado, aquilo que vale à pena ser esquecido...
Todos os sentimentos que eu sinto percorrem meu corpo e eu fico inerte apenas sem ter o controle das emoções, e elas são expiradas pela derme em forma de suor, e eu não consigo gritar, eu não consigo correr, não reconheço esse reflexo...
Mas eu  posso dizer que você ainda não me faz nenhuma falta...

Somente quando eu paro pra pensar sobre isso, é que eu me sinto assim...

Se você soubesse como eu odeio tudo em você, não daria pra entender porque te amo.
Eu odeio tudo em você, e queria descobrir porque te amo mesmo assim...

Somente quando eu paro pra pensar a respeito, que eu lembro de cada coisa que você faz e que eu não suporto, cada gosto imbecil, cada palavra errada, cada grosseria, e eu não entendo como pude amar alguém assim, mesmo assim, porque eu continuo odiando quem você é, porque eu continuo a amar o príncipe do horror, eu odeio tudo sobre você...

E pensar sobre isso, pensar sobre você, e eu sei...
Que pensar sobre isso...
Porque quando você para pra pensar, sobre mim, eu sei que você sabe também...

Se eu odeio tudo sobre você, por que eu ainda te amo?
Se você odeia tudo em mim, então por que você me ama???

Eu odeio, você odeia, eu odeio e você me ama!
Mas eu continuo odiando tudo à teu respeito!

(Inspirada na música: Three Days Grace - I Hate Everything About You)